Olive Tree Filmes

Introdução

Quando não devo fazer uma live?

Quando não devo fazer uma live?

As lives se popularizaram muito a partir do ano de 2020, com boa parte da população mundial sendo obrigada a ficar em casa, por causa da pandemia da COVID-19, que nos forçou ao isolamento social.

Com isso, muitas marcas e artistas viram nas transmissões ao vivo pela internet, uma maneira de interagir com seu público, de divulgar o seu trabalho e se manter ativo, a fim de manter o seu negócio funcionando.

Porém, mesmo com tantas vantagens, não é sempre que uma empresa deve, de fato, realizar uma, e é exatamente sobre isso que iremos falar neste artigo, dizendo quando não é uma boa ideia fazer uma live.

Quando não há uma interação direta com os espectadores

Um dos pilares das transmissões ao vivo pela internet, é a interação com as pessoas que estão te assistindo. Portanto, se a sua ideia é ignora-las, talvez o seu conteúdo não seja o mais indicado para esse formato.

Como já foi citado acima, as pessoas estão vivendo uma época de restrições e de isolamento social, ou seja, estão ávidas por um contato, seja de um artista, ou mesmo da marca que gostam.

Então, se a sua proposta for apenas de mostrar o produto, por exemplo, sem que haja uma pessoa preocupada em responder o que o seu público está dizendo, considere fazer a produção de um vídeo, ao invés de uma transmissão ao vivo.

Dessa forma, você não se desgasta tanto, já que uma live demanda um certo preparo, principalmente por não ter cortes e nem edições.

Quando seu conteúdo não é dinâmico

O ambiente digital, por si só, já exige uma velocidade e um dinamismo para ser apresentado. Então, se o seu conteúdo é mais parado, sem muitos recursos visuais, como vídeos, gráficos e imagens, provavelmente uma live não é a melhor saída para conquistar o seu objetivo.

Mesmo que a sua página ou canal tenha sua base de fãs, uma live demanda um certo tipo de dinâmica, a fim de manter o seu público interessado e assistindo ao que está sendo dito.

Independentemente da plataforma escolhida para a transmissão, é interessante fazer uma pesquisa sobre como outros empreendimentos estão divulgando o seu trabalho. Nesse momento você terá uma boa base, entendendo como se dá esse novo jeito de se relacionar.

Além disso, ter uma boa qualidade de imagem e de som é vital, para que todos compreendam tudo que você quer passar, sem ruídos de comunicação, que podem acabar atrapalhando, resultando no efeito oposto do desejado inicialmente.

Concluindo

Com os dois pontos citados acima, pode-se entender que, ao mesmo tempo que fazer uma live pode ser uma boa ferramenta de divulgação, se for mal utilizada, ela pode acabar impactando negativamente nos seus negócios.

Se o seu objetivo é apenas mostrar o seu conteúdo, sem falar diretamente com as pessoas, ou mesmo responder as suas dúvidas e comentários, certamente esse formato não é o mais indicado para você, ao menos neste momento.

Junto disso, ter uma apresentação envolvente e dinâmica é muito importante, tanto para atrair, quanto para reter a atenção dos usuários. Sem isso, sua transmissão estará em sérios apuros.

Explore nosso site e veja mais sobre as nossas transmissões ao vivo.

Artigos Relacionados

0 comentário em “Quando não devo fazer uma live?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *