Olive Tree Filmes

Introdução

Quanto custa um canal no YouTube?

Quanto custa um canal no YouTube?

O YouTube continua sendo uma ótima ferramenta para quem deseja produzir conteúdo para a internet. De acordo com a executiva-chefe da companhia, Susan Wojcicki, a plataforma já ultrapassou a marca de 2 bilhões de usuários e continua crescendo.

Um dos pontos fortes do YouTube é oferecer espaço para todo tipo de segmento. Hoje em dia ser um youtuber é considerado como uma profissão e, em alguns casos, muito rentável por sinal.
Mas a verdade é que como em qualquer empreendimento, um canal no YouTube possuis seus gastos. Neste artigo vamos falar sobre os custos para iniciar e para manter um, veja mais:

O que é preciso para iniciar um canal no YouTube?

O ideal é começar da maneira correta, ou seja, fazendo um planejamento. Essa é uma tarefa mais do que necessária, pois vai facilitar a hora de entender os custos e fazer os orçamentos.

Um canal no YouTube é uma variável, pois o investimento depende totalmente do nicho do canal, do porte, do público a ser atingido, entre outras questões. Uma coisa é certa: quanto mais vídeos forem postados semanalmente, mais chances de o canal fazer sucesso. E esse é um ponto que pode fazer toda diferença no investimento final.

Equipamentos e despesas para iniciar um canal

Existem alguns equipamentos que são básicos para começar seu projeto. Veja o que é necessário para dar o pontapé inicial para a abertura do canal.

Câmera

Primeiramente é necessário ter uma conta Google para dar seguimento à criação do canal. Com essa etapa realizada é chegada a hora de definir qual será a câmera utilizada para a gravação dos vídeos.

É possível começar utilizando uma câmera portátil comum, um aparelho celular, uma webcam ou até mesmo um notebook. É importante ressaltar que a qualidade das imagens será totalmente dependente da ferramenta usada nas gravações. Se você deseja ter vídeos mais profissionais será preciso investir e comprar uma câmera melhor.

O valor não está definido, pois vai depender da sua escolha para começar.

Tripé

O tripé não é obrigatório no começo, mas faz toda diferença contar com um. Ele vai ajudar a obter melhores resultados, afinal ele traz a estabilidade necessária para um vídeo mais profissional.
O fato é que o tripé não é algo que precise de um investimento muito grande. O tamanho dessa ferramenta vai depender de qual câmera será utilizada e o preço também será variável. É possível encontrar tripés de R$ 10 a R$ 150.

Microfone

O microfone já é um item que pode custar um pouco mais caro, mas que faz toda diferença. Caso você não vá comprar um, saiba que é possível utilizar o microfone que vem embutido no smartphone, tablet, webcam ou câmera de vídeo.

A grande questão é que, nesses casos, o som pode não sair como o esperado. É claro que há a possibilidade de conseguir um bom resultado, mas o ideal é não arriscar.

Um vídeo com o áudio ruim deixa de ser atrativo para o público e pode prejudicar a audiência do seu canal. Aposte em um microfone de lapela, pois é possível encontrar opções mais em conta e que já ajudam bastante. Esse item tem preços que podem ir de R$ 10 a R$ 179.

Programas de edição

Os programas de edição englobam aqueles que trabalham o áudio e o vídeo. É importante salientar que não precisa ser um expert no início, afinal de contas, muitos sistemas possuem uma fácil utilização.

Sistemas operacionais como o Windows e o macOS já vêm com softwares embutidos e que podem ser aproveitados por quem está começando. Além disso, o próprio YouTube já conta com uma ferramenta própria de edição. O ideal é verificar antes de definir qual será o melhor para você.

Com relação ao áudio, algumas vezes é necessário gravá-lo em OFF e isso vai fazer com que você precise importa-lo para o vídeo. Para este tipo de trabalho também existem programas e até mesmo aplicativos que podem te ajudar.

O que é necessário para ter um canal no YouTube mais profissional?

Canal no YouTube profissional

Bom, já falamos sobre os equipamentos básicos para que você inicie um canal em casa e agora citaremos aqueles que podem fazer com que seu canal no YouTube tenha um aspecto mais profissionalizado.

Para quem pode investir um pouco mais, as possibilidades são muitas. Canais de grande porte costumam contar com alguns profissionais, que ficam responsáveis por determinadas funções. Entre estes colaboradores estão: operador de áudio, cinegrafista, produtor, roteirista, editor, diretor, entre outros.

Os custos para este porte de canal acabam sendo um pouco maiores pois é preciso investir em:

Produtoras de vídeo

Para quem pretende começar com um canal mais profissional existe a opção de alugar os equipamentos e até mesmo o espaço de uma produtora de vídeos.

Normalmente estas empresas locam por diária e por isso o ideal é tentar gravar a maior quantidade possível de vídeos em um único dia.

Vinheta e trilha sonora

O YouTube possui algumas regras muito rígidas com que diz respeito à utilização de músicas com direitos autorais.

Por isso, neste quesito, um canal que queira ter uma trilha sonora e uma vinheta precisa investir. Existe duas opções: contratar alguém que crie uma música própria e depois registrá-la ou pagar pela autorização de alguma que já exista.

É claro que pela internet é possível encontrar músicas gratuitas e que não desmonetizam seu canal, porém elas são muito usadas por outros Youtubers.

Animações

Um canal mais moderno precisa contar com um pacote de animações. Esses pacotes videográficos fazem toda diferença ao fim da edição de um vídeo e o usuário paga por eles apenas uma vez.
Lembrando que dentro as animações existem as opções em 2D e 3D.

Estúdio

Um canal que terá mais conteúdo falado não precisa de um local muito grande, mas mesmo assim é interessante contar com um espaço que chame a atenção do público. Para este tipo de canal é possível fazer as gravações em casa mesmo, mas desde que o cenário fique bem montado e moderno.

Já para aqueles que vão se movimentar mais e trabalhar mais o espaço se torna essencial locar um estúdio. Você pode encontrar locais de diversos tamanhos e com ferramentas que vão auxiliar no resultado final do seu material.

Como pudemos ver é possível começar com pouco investimento e ir melhorando gradativamente. Mas também percebemos que alugar um estúdio e/ou uma produtora pode fazer toda diferença.

Gostou deste artigo? Para saber mais continue explorando o nosso blog ou entre em contato conosco.

Artigos Relacionados

0 comentário em “Quanto custa um canal no YouTube?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *