Dicas de Mixagem: Como trabalhar com duas mesas de som e ter mais controle do áudio

Olá, seja bem vindo ao Go-Live, eu sou Silas Oliveira.

Agora você já sabe como é importante ter uma mixagem de áudio dedicada a sua transmissão ao vivo. Quero deixar uma dica prática bem legal, caso você passe por uma situação como essa. Imaginemos que temos uma mesa grande para o evento, e você tenha apenas uma mesa pequena com poucos canais para poder fazer a sua mixagem dedicada. Vou simular esse cenário, e falar passo-a-passo o que você deve fazer para ter um melhor desempenho, e adquirir a melhor qualidade de áudio na sua mixagem.

Para exemplificar, vou usar duas mesas, uma com 16 canais e a outra com 8 canais. Imagine que a mesa de 16 canais, é a que está sendo utilizada no P.A do evento que você está fazendo a transmissão ao vivo. Imagine que essa mesa de oito canais é a sua mesa, a mesa que você irá utilizar como mixagem dedicada para sua transmissão ao vivo. O que fazer numa situação como essa? Bem, a primeira coisa que você tem que fazer é escolher os canais que vão ser utilizados como canais de voz, são microfones de voz. Então, você tem aqui líder vocal e um back vocal, são os cantores que vão estar acompanhando. Você vai separar as vozes, e os instrumentos, então você vai acionar o grupo para cada uma.

Eu vou colocar aqui no grupo 1 as vozes, os instrumentos no grupo 2. O primeiro grupo, na mesa, ele é considerado como 1 e 2. O segundo grupo, ele é considerado como 3 e 4. Isso se dá, porque o grupo não é mono, ele não só um canal, ele é dois. Vai trazer um som estéreo, ele vai trazer L&R (esquerda e direita). Para você levar ao seu público uma sensação melhor de dimensionalidade, eu vou te dar uma dica bem simples. Está vendo que você tem canais que identificam como backing vocals? Eu vou pedir para que você coloque só um pouquinho cada pessoa, e jogue um pouquinho o panzinho para um lado. Então, você vai escolher, as duas pessoas você joga para sua direita, duas pessoas você joga para sua esquerda e o cantor principal você deixa no centro. O mesmo processo se realiza com os instrumentos.

Agora, você tem as vozes, elas são a uma fonte mono. Os microfones, na maioria das vezes utilizam um formato mono de transmissão e captação de áudio. Mas quando você começa a selecionar algumas vozes para ficar no ouvido direito, e no ouvido esquerdo, você começa a criar sensação de tridimensionalidade. É isso que a pessoa vai fazer durante a mixagem de um CD, para que o som fique mais agradável, mais gostoso, mais estéreo, mais envolvente. Você precisa seguir esse mesmo método para poder atingir um som o qual nossos ouvidos já estão acostumados. Quem de ouvir muita música, está acostumado a ouvir música mixada por profissionais que tem bastante experiência na área.

Agora, nós vamos pegar dois cabos P10, e na mesa maior, nós vamos pegar a saída deste grupo 1 e 2, e a saída do áudio no grupo 1 e 2 nós vamos plugar dois cabos P10 e vamos levar até o canal estéreo que tem na mesa menor. Eu tenho dois canais do formato estéreo aqui nessa mesa, que vai me ajudar para poder controlar 1 canal estéreo, sem ter que controlar dois feders (mexer dois canais de uma vez). Vou ter dois canais no formato estéreo na mesa menor. Na mesa maior então, dois cabos P10, plugar na saída P10. Na mesa menor, vão ser conectados na saída P10. O cabo com plug P10, eu vou conectar na saída 1, que é minha saída do lado esquerdo. E vou plugar aqui também na saída p10 do meu canal esquerdo. Vou fazer a mesma coisa, mas desse vez no canal 2, ou seja, a saída número 2, o primeiro grupo. Depois você repete o mesmo processo no outro grupo.

Você vai conectar cada um de acordo com o seu sinal (L com L / R com R). A partir daí, na mesa menor, você vai ter então o controle, no canal 5 e 6 do grupo das vozes. Já no 7 e 8, você vai ter o controle dos instrumentos.
Aí vem uma dica bem bacana: Durante um processo de mixagem, onde você escutando no seu monitor direitinho, você deixa o volume das vozes igual, ao volume dos instrumentos. Não significa que você tem deixar igual aqui nos feders, mas que você tem que deixar o volume igual quando você está ouvindo. Aí então, quando você está ouvindo o áudio, monitorando, você deve ouvir os instrumentos e as vozes no mesmo nível de volume, para que você possa trazer uma harmonia à sua mixagem. Se você deixa o volume de voz um pouco mais alto, vai aparecer que aquela voz está desafinada, talvez um pouco secas, não é isso que você quer. Você quer representar aquele ambiente físico, dentro da sua transmissão.

Então, na sua mesa de mixagem, você vai utilizar dois canais com entrada de microfone, para que você possa posicionar dois microfones dentro do ambiente onde a plateia está. Pode ser mais próximo do palco, e o outro um pouco mais distante. Escolha um local que você acredite ser adequado para você colocar dois microfones. E aí você coloca os dois microfones, vai plugar a mesa em dois canais escolhidos, por exemplo, 1 e 2, e começar a dosar esses microfones, colocando bem de leve. É importante dosar o microfone para que possa ter um pouco de reverberação natural do ambiente, tal como: pessoas cantando, acompanhando a música, a reação do público, o ambiente, as paredes e o som batendo e tudo mais. Isso vai dar um preenchimento, vai trazer uma suavizada na mixagem, deixando aquela sensação natural de quem realmente está ali, presente no ambiente.

Quando você for posicionar esses microfones, recomendo que você coloque em formato de X, um por cima do outro, porque eles vão replicar a maneira como nossos ouvidos captam som. Então eles vão trazer essa sensação de tridimensionalidade. Caso você queira caprichar mais ainda, você pode utilizar alguns aparelhos de efeitos de reverberação, para que você possa aplicar em algumas das vozes e alguns dos instrumentos. Mas isso já é algo um pouco mais avançado, e foge um pouco dos corpo dessa aula.

O que eu quero realmente aqui, é passar para você uma dica bem simples de algo que você pode fazer caso você esteja enfrentando um cenário como esse, onde você tem uma mesa maior para o evento e uma mesa pequena para utilizar para mixagem. Então, essa é uma saída bem prática, simples, que pode facilitar o seu trabalho e melhorar muito a qualidade da sua mixagem.

Lembrando que você pode rever essas informações quantas vezes quiser, pelo blog ou canal do Youtube. Te vejo na próxima, tchau.