O que é Streaming e porque isso é importante na sua live?

Como conectar aos servidores de Streaming: Facebook, YouTube e Vimeo

Olá!

Nós estamos no início do nosso curso.

As primeiras aulas são extremamente importantes, porque elas vão te garantir uma segurança em caso de problemas. Mas aí, você pode dizer “Ah Silas, são só teorias, aquelas coisas chatas! Ah, não estou muito afim”. Olha, Eu recomendo que você assista e anote cada informação dessas primeiras aulas, porque elas são essenciais para você durante o seu percurso fazendo transmissões online. Elas vão te dar
segurança para que possa fazer ajustes customizados e adequados a fim de que você encontre soluções de forma rápida e segura.

Streaming é a distribuição digital de conteúdo contínuo. São informações que não ficam armazenadas dentro do seu computador. Elas são recebidas, assistidas e descartadas. O início, por exemplo, é mediato. Essas informações chegam até você a partir do momento que você aperta o play. Os conteúdos ficam protegidos, porque eles não são baixados para o computador ou dispositivo que você está usando no momento, e isso é excelente para cursos, a transmissão de cultos, eventos e entre outras coisas. Mas afinal, como esse processo de streaming acontece?

Aquele momento que você aperta o play para assistir o seu conteúdo, a informação é trazida de uma maneira. Imagine um trem carregando vários vagões, e dentro desses vagões milhares de pecinhas de lego. Cada pecinha representa uma partícula do conteúdo que você está assistindo. O vagão representa a caixa e o container que vai carregar toda essa informação. Para que você entenda melhor, os vagões são aqueles formatos que vão ao final do
arquivo como: ponto MOV, ponto fLV, ponto MP4. Já as pecinhas de lego, elas são codificadas, ou melhor, elas passam por um processo de clone onde é escolhido um tipo de codec para que esta informação seja compactada, para assim diminuir o tamanho e possa ser carregado mais coisas dentro deste vagão. Esse trem vai transportar as informações em cima de trilhos, esses trilhos representam o protocolo de transmissão de rede. Você vai se deparar muito com essa sigla RTMP, que é um dos protocolos mais utilizados no momento no Youtube, Facebook e em outras redes sociais que utilizam esse protocolo para transmissão de vídeo ao vivo.

Existem dois tipos de streaming, o live streaming e o streaming on-demand, que é o mais fácil e eu vou explicar.

Vamos começar por esse: streaming on-demand é uma seleção de conteúdos, seja filmes, no caso do netflix, ou músicas no caso do spotify, onde esse conteúdo já foi codificado e está armazenado em um servidor. Aquele momento que você aperta o play (lembre-se do exemplo do trem) essa informação está sendo trazida até você no seu dispositivo, seja o computador, um tablet, ou smartphone, está sendo transmitido até você, e está recebendo essa informação da maneira como expliquei. Nada está sendo guardado, armazenado. Você não está fazendo um download para que você tenha o completo positivo, está armazenado aquilo que você está assistindo e já está descartando, para que você possa manter o espaço de armazenamento que você tem no seu dispositivo.

No caso do live streaming, isso acontece de forma diferente. Porque todo esse processo está acontecendo em tempo real, diferente do on-demand, onde todas essas informações já estão armazenadas e guardadas dentro de um
servidor. Imagine que o evento está acontecendo e as câmeras estão capturando as imagens, todo esse processo de conversão, pecinhas de lego que estão dentro do vagão, que está sendo puxado pelo trem, que por sua vez
está caminhando pelo trilho e tudo isso está acontecendo em tempo real. Eu sei é muita coisa acontecendo ao mesmo tempo!

É por isso que você precisa prestar muita atenção nessas primeiras aulas. Porque elas são a base para que você possa entender e fazer as melhores escolhas da ter uma transmissão de sucesso. Por conta da revolução digital dos últimos anos, onde até mesmo as empresas provedores de internet tiveram que oferecer velocidades muito mais alta do que imaginaram, hoje você tem à sua disposição a possibilidade de fazer o transporte dessas informações desse conteúdo, que antigamente era restrito somente à rede de televisão.

Hoje pode se transportar não somente o seu conteúdo, como conteúdo do seu cliente para qualquer parte do mundo. Isso não é maravilhoso? Afinal, através deste serviço, igrejas podem transmitir seus cultos, empresas podem transmitir seus eventos, faculdades podem oferecer cursos online, onde o aluno estará estudando em sua casa, diversas possibilidades que não existiam antes. Nós continuaremos compartilhando nas próximas aulas as melhores ferramentas para que você possa fazer uma transmissão de sucesso.

Lembrando que você pode rever essas informações quantas vezes quiser, pelo blog ou canal do Youtube. Te vejo na próxima, tchau.