Servidor de Streaming: como transmitir ao vivo para milhares de pessoas?

Olá, seja bem vindo ao Go-Live, eu sou Silas Oliveira.
Em algum momento, você já se perguntou por que você precisa de um servidor de streaming para poder compartilhar a sua transmissão ao vivo pela internet?

Há muitos anos, quando eu comecei a fazer esse tipo de trabalho, nós encontrávamos algumas dificuldades em relação a valores e custo para fazer uma transmissão ao vivo. Além do custo dos equipamentos que nós tínhamos que investir, tinha também a questão do servidor. Naquela época ainda não existiam muitas opções de servidores na internet. Gastávamos um bom tempo tentando encontrar aquele que se adequava melhor a nossa situação.

Com o passar dos anos, com essa vontade de melhorar e de sempre trazer opções melhores para os meus clientes, comecei a estudar a opção de, talvez, ter um
próprio servidor. Através do que eu vou compartilhar agora, você terá uma noção maior em relação algo extremamente importante durante uma transmissão ao vivo pela internet.

Você precisa saber que, afim de que o seu sinal chegue até a sua audiência, existe um elemento chamado servidor de streaming. Você compreendendo o importante papel que o servidor representa durante esse processo de transmissão ao vivo pela internet, e o quanto essa ferramenta requer em investimento financeiro alto, para que ela possa permanecer funcionando, você terá argumentos suficientes para poder convencer o seu cliente de utilizar uma plataforma paga, caso isso seja necessário. E também, vai te ajudar a fazer a escolha correta, e mais adequada, para cada situação em que você fará uma transmissão ao vivo pela internet.

Mas afinal, porque eu preciso de um servidor de streaming? O que é que eles fazem? O que diferencia um servidor, de um computador comum, como o que eu tenho na minha casa?

O servidor, na verdade, é um computador muito mais potente do que o que nós temos na nossa casa. Ele tem componentes profissionais com mais resistência, mais capacidade... Enfim, é um computador muito mais potente do que o que nós habitualmente estamos utilizando, e requerem uma capacidade muito maior para poder multiplicar arquivos, e também servir vários computadores. Sejam esses arquivos fotos, vídeos, ou a distribuição de aplicativos para outros computadores.Tudo isso é feito através de uma rede interna, ou através de uma rede mundial que nós conhecemos como a internet.

Resumindo o servidor de streaming é um computador central que compartilha informações, e também recebe informações, caso seja necessário que essas informações sejam compartilhadas com outros computadores. É como se fosse uma base, ela recebe informações e também as envia. E não é apenas isso! Ela também armazena informações, e permite que outras tarefas, que não podem ser executadas a partir de um computador comum, possam ser executadas a partir dessa central.

Quando você já tem o conhecimento a respeito de encoding, e nós temos nesse curso uma aula sobre isso, você já sabe que quando você está recebendo o seu vídeo, e entrando com ele dentro do computador, existe um processo que está acontecendo naquele momento através de um software ou de um hardware, onde a imagem está sendo compactada para poder viajar pela internet.  Embora essa imagem, esse vídeo, essa transmissão esteja sendo compactada, ela precisa ser multiplicada para cada espectador que irá, através de um dispositivo, assistir o seu feed, ou seja, o seu sinal de transmissão.

A partir daí, você precisa que essa máquina, este computador, possa multiplicar em tempo real uma versão do seu sinal para a cada pessoa que está assistindo. Ou melhor, para cada dispositivo que está assistindo. Imagine que o seu computador já está fazendo uma tarefa muito difícil, que é compactar esse vídeo. A partir daí, ele tem outra tarefa, que é multiplicar. Isso pede que você tenha um computador muito, mas muito potente. Mesmo assim, quando você conseguir comprar um computador muito potente, pode ser que você precise comprar um novo computador. Porque quanto mais pessoas, mais dispositivos começam a assistir a sua transmissão, de mais capacidade você precisará para poder continuar oferecendo esse sinal para todos eles.

Mas enfim, o que você realmente deve fazer com relação ao servidor. Não deve comprar um de jeito nenhum. A não ser que seja um caso bem específico, em que o seu cliente exige que você tenha um servidor próprio, para não utilizar nenhum servidor de terceiro. Mas no seu caso, acredito que a melhor opção seja usar uma plataforma que ofereça esse serviço e possa transmitir, ou seja, multiplicar o sinal para tantas e quantas pessoas você quiser que assistam sua transmissão ao vivo

Ainda que você tivesse um servidor de streaming, você teria outro problema: internet. Imagine que você tem 10 dispositivos assistindo a sua transmissão, em uma resolução Full HD, numa taxa de transferência um bit rate de 5.000 kbps por exemplo. Você iria precisar de uma internet muito mais alta do que 50 megabytes para não ficar um número apertado. O ideal para você, seria uma internet de 100 megabytes de upload, para que você garantisse que esse sinal chegaria para apenas dez pessoas.

Mas mesmo assim, se você tivesse um grande servidor, uma boa internet, você teria um terceiro problema: a distância. Supondo que você tem um espectador lá no Japão, de uma forma ou de outra, o espectador seria prejudicado por conta da distância. Por isso, foram criados os CDN (Content Delivery Network), uma rede de servidores, onde a informação está no servidor e ela é compartilhada em diversos outros servidores espalhados pelo mundo.

Então, quando o espectador vai assistir um vídeo lá no Japão, ele não vai puxar na informação aqui do Brasil. Ele vai puxar a informação do servidor que está replicando a informação do servidor aqui no Brasil, lá no Japão e isso reduz inúmeros problemas em relação à qualidade da transmissão.

Enfim, eu quero que entenda como funciona o servidor, e o tamanho da sua importância para a sua transmissão. Para que você possa saber o porque algumas plataformas cobram valores para que você possa fazer esse tipo de trabalho, e algumas cobram valores um pouco altos,que você de início pode se espantar. Perguntar assim: “Por que esses valores? Por que eu tenho que pagar? Por que eu tenho que investir?”. Quero que você entenda a importância do servidor e como o mercado tem evoluído em relação a esta questão.

Hoje temos opções gratuitas para que a gente possa fazer a transmissão com tranquilidade, e um boa qualidade, sabendo que tudo irá funcionar corretamente. E então qual é a solução para essa questão dos servidores?

Hoje, existem opções gratuitas e opções pagas. As duas opções vão te oferecer um serviço da maneira correta. Não é o valor pago no serviço que irá definir a qualidade do mesmo. Não será isso o que diferencia uma da outra.

Esses servidores são oferecidos em formato de plataforma. Veja por exemplo, o livestream. É uma plataforma que você escolhe um pacote de acordo com a sua necessidade, e ao comprar esse pacote, então pode fazer a sua transmissão. Todas essas plataformas oferecem uma opção de teste, para que você possa experimentar o funcionamento da plataforma. Essas vão te oferecer painel, onde você irá programar a sua transmissão e agendar. Oferecem também o serviço com um servidor, que irá multiplicar o seu sinal, para que muitas pessoas possam assistir.

Não somente isso, algumas oferecem também o serviço de CDN. Elas automaticamente irão enviar o seu sinal para outros servidores, talvez em outros continentes e outros países, para que as pessoas que vão assistir neste lugar, até mesmo muito distante, possa ter o seu sinal com qualidade, sem atraso, sem ficar sendo interrompido e tudo mais. Ou seja, são serviços de ótima qualidade, e você pode ter a sua transmissão acontecendo com tranquilidade.

As plataformas também possuem internet com números estratosféricos, números que nem se quer conhecemos. No Youtube, você pode enviar o seu sinal, ou seja, um sinal apenas, eles irão receber, irão multiplicar e servir. Os servidores vão servir o sinal para milhares de pessoas. Caso você seja conhecido, e tenha mais de mil pessoas assistindo a sua transmissão, não vai ficar caindo, oscilando e parando. Vai funcionar do jeito que você espera que funcione.

Agora, vem a diferença entre as plataformas pagas e gratuitas. As pagas oferecem serviços de customização. Você pode personalizar. Como por exemplo, player que é aquele tocador que vai no site, colocar o seu logo, chamado de white label, que é quando o servidor ou a plataforma permite que você remova o logo deles, e coloque o seu. Isso pode ser bastante interessante caso você queira revender esse serviço. As plataformas permitem que você possa colocar uma senha, caso você esteja transmitindo algo que você quer restringir ao público no geral.

Outro ponto importante é a questão da geolocalização. Imagine que você está transmitindo um evento, seja um show, alguma coisa que você quer que as pessoas aqui da região estejam presentes no seu evento. Mas existe um grupo de pessoas lá na Europa, ou então lá na África, que querem assistir o seu evento, mas não podem vir até aqui. Então, você pode personalizar essa transmissão, permitindo que somente pessoas daqueles continentes possam assistir a sua transmissão.

Como profissional, já me solicitaram para que eu pudesse fazer isso. Existe um interesse muito grande no mercado, então é algo que você pode utilizar e se beneficiar. Existem plataformas que oferecem a opção de você cobrar pelo link, é uma forma de você monetizar o seu serviço. Caso você tenha, por exemplo, um jogo que você está fazendo uma cobertura, uma transmissão ao vivo, e você deseja que as pessoas paguem uma pequena taxa, para que possam assistir e você ter um lucro em cima disso. Então, outras plataformas também oferecem este serviço. Essas são algumas das principais plataformas pagas que você encontrará no mercado. Algumas delas eu tenho
utilizado há anos, e garanto para você que são empresas sérias e de confiança no mercado.

A diferença das plataformas gratuitas, é que elas não permitem que você utilize o serviços como geolocalização ou faça cobranças. As funções são mais limitadas, mas as funções básicas são muito bem supridas para a realização de uma transmissão profissional. Essas são as principais plataformas gratuitas, que você pode utilizar para fazer a sua transmissão ao vivo pela internet, e eu as utilizo de maneira profissional o meu dia a dia.

Concluindo, você deve planejar muito bem à sua maneira de fazer transmissões ao vivo pela internet. Na hora de selecionar uma plataforma que servirá como um grande servidor, multiplicador do seu sinal de transmissão, você deve sentar e analisar qual delas se encaixará melhor com seu objetivo. Caso você esteja oferecendo este serviço de transmissão para o seu cliente, procure saber qual é o público-alvo, quais são as pessoas que irão acessar este link. Assim, você poderá fazer a escolha correta e ter muito sucesso durante o seu trabalho como um profissional na área de transmissões ao vivo pela internet.

A dica que eu deixo para você nesta aula em relação a minha plataforma favorita, quando eu quero fazer testes, e também quando eu quero ensinar os meus alunos, eu utilizo o Youtube. Vou te explicar o por quê.

É uma plataforma que transmite com uma excelente qualidade, no sentido de taxas de transmissão, ela permite altas taxas de transmissão. Também permite que você
possa embedar o player dentro de um site. Como por exemplo, invés de precisarem ir para o Youtube para assistir a sua transmissão, eles podem ir até o seu site e lá elas vão poder assistir a sua transmissão.

Por último, em minha opinião, que é o mais importante, é que o Youtube tem a opção de você enviar um sinal, apenas uma taxa de transmissão, de bit rate, fazer uma cópia e reproduzir em outras taxas. Ou seja, uma pessoa que quer assistir pelo celular vai poder assistir com uma taxa menor, porque ela está usando ali talvez o 4G ou 3G. E a pessoa que está assistindo em casa, em um ótimo computador, com internet a cabo ou fibra, vai então poder assistir na qualidade superior, na qualidade total que você está enviando, a taxa total de transmissão que você está enviando.

Lembrando que você pode rever essas informações quantas vezes quiser, pelo blog ou canal do Youtube. Te vejo na próxima, tchau.