Como conectar aos servidores de Streaming: Facebook, YouTube e Vimeo

Olá, seja bem vindo ao Go-Live, eu sou Silas Oliveira.

Você está se preparando para fazer a sua transmissão ao vivo pela internet, e se depara com uma questão muito importante: A escolha da sua câmera.

Se estamos na dúvida entre os tipos de câmeras com a melhor imagem, a melhor resolução, melhor cor, textura ou utilizar a câmera que vai trazer a melhor performance para este trabalho. Isso me faz lembrar de duas situações
que enfrentei, e que decidi utilizar as câmeras que iriam garantir a melhor qualidade de imagem durante a minha transmissão.

A primeira experiência foi quando utilizei uma DSLR para fazer a transmissão ao vivo. No início acreditei que teria sucesso, porque consegui remover as informações no display da telinha. Ou seja, consegui extrair a saída limpa, mas tive um pequeno problema no final na imagem. Apareceram duas faixas, uma em cima e outra embaixo. Isso, de certa forma, foi ruim por conta de incomodar as pessoas que estavam assistindo. E principalmente, porque
estava tentando trazer a melhor qualidade de imagem.

A segunda experiência, foi quando utilizei uma câmera Mirrorless. A tentativa era de utilizar essas câmeras novas com ISO super alto que tem a facilidade de captar imagem lindas, com pouca quantidade de luz. A imagem estava maravilhosa, porém, tinha um problema muito complicado. A questão é que, a câmera começou aquecer e tive que colocar o ar condicionado na potência máxima, para que a câmera não desligasse durante uma transmissão.

Esse é um problema gravíssimo, caso a câmera tivesse desligado eu teria perdido toda a transmissão. A solução que tive para este problema, foi testar as câmeras. Não somente isso, mas colocá-las dentro desse ambiente de transmissão ao vivo, e verificar quais os seus pontos positivos, pontos negativos e a durabilidade a mantê-la ligada por muito tempo. Conhecendo os pontos positivos e negativos, em relação aos tipos de câmeras (não somente o modelo), você poderá fazer a escolha certa na hora de organizar e preparar a sua transmissão ao vivo pela internet.

Agora vamos ver em detalhes as características de cada tipos de câmeras disponíveis hoje no mercado.

Vamos começar com DSLR. Este é um forte exemplo para esta categoria, que surgiu logo depois da SLR, que significa Single-Lens Reflex. É uma câmera que utiliza um espelho diante da lente, para que o fotógrafo possa ver pelo
viewfinder, ou pelo visor, a imagem que está sendo passada por dentro da lente. Assim ele tem uma imagem em tempo real e uma qualidade orgânica, isso facilita na hora de fazer o clique. Essas câmeras sempre foram utilizadas para fotografia.

Quando surgiu então a versão digital, ou seja, a DSLR, elas começaram a ser utilizadas também para produzir vídeos. A qualidade já era bem melhor em comparação as câmeras que já estavam estabelecidas no mercado. Elas possuem uma textura diferenciada, uma textura mais parecida com as câmeras de cinema. E além disso, elas ofereciam a possibilidade de trocar de lentes, pois são intercambiáveis. Então, isso oferecia opções para que a pessoa pudesse utilizar a sua lente conforme sua escolha, preferência e também conforme a necessidade, possibilitando a configuração adequada para o fotógrafo.

Essas câmeras, elas possuem uma profundidade de campo, que é outro fator que faz a imagem ficar parecida com as câmeras de cinema. Todas as vezes que você vê o sujeito em foco, o objeto em foco, o fundo fica desfocado. Isso traz aquela textura maravilhosa, que nós adoramos, nas câmeras de cinema. Os vídeos feitos com essas câmeras oferecem cores mais vibrantes, um contraste mais forte e uma nitidez maior, em comparação as câmeras anteriores.

A tecnologia desses sensores, somada à qualidade das lentes, oferecem uma imagem que atrai o público. Essa câmera geralmente é utilizada no seguinte cenário: casamentos, vídeos institucionais, making off e cobertura de eventos. O primeiro ponto positivo em relação a esta categoria, é o baixo custo para que fotógrafos iniciantes, ou também já intermediários, até mesmo os profissionais, possam utilizar essas câmeras para produção de vídeos. Essa categoria é conhecida por uma variedade muito grande de modelos e marcas presentes hoje no mercado, o que possibilita que elas sejam utilizadas em diversos tipos de trabalhos, por diversas classes de profissionais.

Ter a opção de lentes intercambiáveis, permite que os profissionais possam escolher a dedo as lentes que irão utilizar em seus trabalhos. Por exemplo, uma lente grande angular, para fazer um trabalho fotográfico de imobiliária, ou utilizar uma lente telefoto para poder fazer uma cobertura de eventos esportivos. Outro ponto positivo, é a grande diversidade de acessórios, o que permite que possamos personalizar o seu equipamento. E por último, o seu tamanho traz uma portabilidade que permite carregar esse tipo de câmera em diversas situações, principalmente em viagens.

Por outro lado, essa categoria também possui pontos negativos. Um deles é a questão do tempo de gravação, grande parte desses modelos são limitados no tempo de gravação. Alguns modelos são limitados em aproximadamente 10 minutos. Outros modelos possuem alimentação de 29 minutos e 59 segundos. Outro ponto negativo em relação a essa categoria, é o aquecimento. Isso ocorre de formas diferentes de modelo para modelo. Tem as que aquecem com muita facilidade, e outras já tem uma resistência melhor, mas no geral essa ferramenta costuma aquecer com facilidade. Por ter um corpo compacto, suas baterias possuem o tamanho único para o tamanho de bateria. Isso que impede que você tenha opções e baterias maiores com maior duração. Então isso traz uma limitação com relação à duração da bateria.

A Action Cam, ou em português câmera de ação, surgiu da necessidade que os atletas tinham de capturar imagens durante a prática de esportes radicais. Também são muito utilizadas em viagens turísticas e gravação de blogs pela internet. Ponto positivo a respeito delas é a sua portabilidade. Por serem muito compactas e com maior resistência, principalmente as que possuem uma capa de proteção, é possível colocá-la no capacete, ou um acessório no peito, talvez até um “pau de selfie“. Isso permite que você faça imagens bem diferenciadas. Por serem criadas para utilização durante a prática de esportes radicais, elas são bem resistentes em relação à impacto.

Outro ponto positivo, é que elas são à prova d'agua, e permitem que faça gravações em baixo da água. Sua bateria que por ser muito pequena, não oferece muito tempo de duração. E por último, temos a questão da sua lente, que tem muita aberta. Elas foram feitas assim para que você pudesse gravar a si próprio, ou objetos que estão próximos. Para o cenário de transmissão ao vivo, isso se torna um problema, ou seja, um ponto negativo, porque a imagem vai estar muito aberta, as pessoas estarão distantes e a imagem terá seus cantos distorcidos e arredondados.

A câmera Mirrorless é uma evolução da DSLR, que vem sem o espelho. Fizeram isso para que pudesse ficar mais compacta e silenciosa. Esses tipos de câmeras são bem utilizadas em cenários como casamentos, vídeos institucionais,
cobertura de eventos e making-off.

Os pontos positivos a respeito dessa categoria são: Em primeiro lugar, ela é uma câmera bem silenciosa, diferente da DSLR, que possui um motor que movimenta o espelho todas as vezes que você clica o botão para disparar a foto. Já Mirrorless, não possui espelho, logo ela não possui esse motor e esse o movimento. Ou seja, ela utiliza uma versão sintética desse som, que você pode desligar. Isso nos leva ao segundo ponto positivo em relação a ela , a descrição. Por ser silenciosa e mais compacta, é uma câmera que chama menos atenção por ser discreta em diversos ambientes. Por último o fato de que elas são bem leves e portáveis, permite que estejamos sempre com elas e podendo utilizá-las em diversas situações inclusive em viagens.

Agora vamos para os pontos negativos. Assim como todas as câmeras pequenas e portáteis, essa câmera também apresenta certa dificuldade com relação a bateria. Por ter um tamanho único e carga limitada, se torna um grande problema caso você queira usar um equipamento como esse para fazer transmissões ao vivo. Outro ponto em relação a essa categoria de câmera, é a aparência. Ela pode trazer uma aparência amadora, dependendo de onde você estiver utilizando. Não que ela não seja uma câmera profissional, mas ainda hoje, existem alguns clientes que, pelo fato de serem leigos em relação a este assunto, podem pensar que é uma câmera de uso convencional. E por último, o fato do sensor ficar muito exposto na hora de trocar a lente, fica muito fácil para cair uma sujeira, uma poeira ou talvez pelos de um pano, isso pode atrapalhar bastante.

Então, como eu utilizo esse tipo de câmera constantemente durante os meus trabalhos? Eu tenho vivenciado esse tipo de ponto negativo e a facilidade com que o sensor fica sujo. Tenho que estar constantemente limpando o sensor, diferente da DSLR, que o seu espelho acaba protegendo o sensor. Então considero isso um ponto negativo.

Vamos falar sobre câmeras de celular.

O primeiro celular com câmera surgiu há mais de duas décadas. Isso foi quando o homem conectou uma câmera digital a um celular, e o seu celular ao computador. Ele queria enviar fotos do nascimento da sua filha para amigos e familiares em tempo real. Isso fez com que ele tivesse o primeiro celular com câmera. Hoje, nós temos praticamente todos os celulares no mercado acompanhado de uma câmera, e passamos a maior parte do nosso tempo com o nosso celular no bolso. Então, é uma câmera que está sempre presente.

Ela, em competição com todas as outras, com certeza nesse requisito ganha em primeiro lugar. Um ponto positivo a respeito da câmera de celular, é que elas funcionam muito bem em ambientes externos durante o dia. Elas conseguem produzir fotos bonitas, com cores boas e, até em alguns modelos que já temos no mercado, oferecem a função de desfoque, o que dá aquela sensação de câmera profissional. Elas também são portáteis e indiscretas, possibilitando carregá-las em ambientes que talvez uma câmera profissional acabasse chamando muita atenção. O ponto positivo muito forte em relação ao celular, é que ele não precisa de uma placa de captura, nem de um computador, e utilizando a tecnologia 4G, também não precisa de um WI-FI. Para fazer a sua transmissão ao vivo pela internet é muito prática.

Em contrapartida, ela possui alguns pontos negativos. Em primeiro lugar, quero destacar a limitação de suas lentes. Elas não têm lentes intercambiáveis, ainda que você possa utilizar adaptadores, que vão alterar um pouquinho a definição de imagem da sua lente. Mas elas são bem limitadas em relação a isso, então na maioria dos aparelhos, suas lentes são escuras. Não tem muita profundidade e isso acaba trazendo um ponto negativo muito forte em relação ao vídeo. Porque quando começamos a utilizar o vídeo, toda a capacidade do sensor também é utilizada. Como esses sensores são muito pequenos e não possuem essa função de ser uma câmera profissional, acaba que fica limitado em relação ao uso dessa câmera para fazer uma transmissão ao vivo pela internet. Outro ponto, é que as câmeras de celular são bastante limitadas com relação as funções manuais.

Quando você precisa fazer um trabalho profissional, você precisa dizer ao seu aparelho o que ele realmente deve fazer: Controlar o diafragma, controlar também o obturador, o ISO e assim por diante.

Existem diversas funções que precisamos ter total controle, para que o seu trabalho possa sair exatamente como você quer que ele saia. E isso acaba contando muito, quando decidimos utilizar um aparelho celular para fazer uma transmissão ao vivo de maneira profissional.

Por último, a questão que essa câmera continua fazendo parte de um aparelho de celular. Ou seja, poderá se distrair com alguma mensagem que alguém pode enviar durante a sua transmissão. Ou até mesmo, utilizando a tecnologia 4G para enviar o sinal da sua transmissão, durante esse processo pode ser que alguém te ligue e isso vai atrapalhar a sua a transmissão ao vivo pela internet.

A câmera broadcast, que em português significa transmissão, como o nome já sugere, foi feita para este trabalho. Elas podem ficar ligadas durante muitas horas, inclusive, pode ter a opção de utilizar baterias maiores, porque não
está limitado ao tamanho do espaço onde a bateria é colocada. Como a bateria é na parte de traz da câmera, ela pode ser maior, assim ela não vai atrapalhar em nada durante a sua produção. Essas câmeras possuem diversos
outros recursos que as diferenciam de todas as outras categorias que eu falei no texto acima.

Um exemplo disso é a questão do encaixe do microfone. Todas as outras câmeras, possuem sim, uma entrada de microfone. Até mesmo celular, pode utilizar um adaptador e conectar um microfone externo para fazer a sua transmissão. Porém, as câmeras broadcast oferecem muito mais opções. Temos opção de cabos XLR, que é conexão utilizada para ligar microfone. Tem também conexões de P2, e alguns modelos oferecem até mais do que isso,
como a opção de conectar áudio via cabo RCA. Uma grande vantagem em relação a essa categoria, é que elas não aquecem assim como acontece com a Mirrorless e a DSLR. A broadcast tem uma capacidade muito maior de
permanecer ligada. Caso queira fazer uma produção, e passar mais de 24h com elas ligadas, com certeza elas vão continuar funcionando com tranquilidade.

Outra vantagem em relação a essa categoria de câmera, são as portas de vídeo que ela oferece. Isso permite que você tenha muitas opções durante a sua produção. A porta de saída RCA, de vídeo composto, para que possa ter um monitoramento, caso queira. Também, outra porta é de HDMI ,e também é vídeo componente, que vai permitir que tenha uma saída analógica de Full HD. E logo abaixo, nós temos a saída STI.

Outro fator também muito importante é resistência. Essas câmeras são mais parrudas, mais fortes e são maiores. Isso permite com que tenhamos um equipamento que vai durar muito mais tempo. E vai também trazer um pouco mais de segurança com relação à movimentação e o transporte, tendo em mãos o equipamento que vai permanecer por muito mais tempo.

Mas nem tudo é perfeito. Essa categoria também possui pontos negativos. E um deles, é a questão do seu peso. Por ser uma câmera grande, parruda e forte (que é um ponto positivo), o peso pode a ser um problema caso tenha que fazer muitas transmissões, com o curto período de tempo, onde você vai ter que se locomover e muitas vezes carregar todo esse equipamento. Então, é um equipamento que existe um pouco mais de mãos para poder fazer todo esse trabalho. Outro ponto negativo em relação a praticidade, é a curva de aprendizado. É uma categoria que oferece muitas funções e muitos recursos. Vai exigir um pouco de tempo investido para aprender sobre suas
funções, estudar o manual e testar todos esses recursos. Então, de certa forma, isso é um ponto negativo em relação a praticidade.

O outro ponto negativo, tem muito a ver com a lente dessa categoria. Em muitos modelos, nos depararemos com aberrações cromáticas, que são pequenas distorções nas cores, que diminuem a nitidez da sua imagem quando, elas estão sendo utilizadas com todo o potencial do seu zoom. Ou seja, quando a distância focal é muito grande. Então, se temos uma distância, e começamos a utilizar o zoom, em alguns momentos, vamos nos deparar com essas aberrações. São pequenas variações de cores, que não estão presentes lá naquela imagem, naquele momento e que a câmera acaba produzindo debilidade dentro de suas lentes.

Para finalizar, quero destacar a sua pouca profundidade de campo. Por possuírem lentes que tem a facilidade de distâncias focais grandes, essas lentes possuem limitações na sua abertura máxima, somada aos sensores que são menores acabam produzindo pouca profundidade de campo. Aquele feeling que as câmeras de cinema produzem. Porque essas câmeras foram criadas para retratar a realidade, por isso, elas são muito utilizadas em programas de televisão reportagem e não no cinema.

A webcam é uma câmera, que surgiu durante o período em que internet começou a oferecer serviços de vídeo conferência. É uma câmera pequena, portátil e está presente hoje na maioria dos computadores. Um ponto positivo em relação a essas webcams, é que elas são muito acessíveis. Possuem um preço bem mais baixo em relação as outras categorias de câmeras no mercado. Hoje, temos à disposição diversos modelos para que possa fazer uma escolha legal. Além disso, muitos computadores já vem com essas câmeras integradas. Algo bacana em relação a essas pequenas webcams, é que elas não precisam de placa de captura. Considero isso um ponto positivo em relação a elas.

Outra características das webcams que pode ser um ponto positivo e negativo, dependendo da sua situação. Se você vai utilizar esse tipo de câmera para fazer algo que você vai estar próximo a ela, ou seja, vai falar com alguém na internet... tudo bem! É um ponto positivo, porque estas lentes não grande-angulares, permitem que tenhamos uma visão mais aberta daquilo que está próximo, então é um ponto positivo. Mas, caso estejamos pensando em utilizar este tipo de câmera para transmitir um evento, ou algo parecido, isso não será um ponto positivo, mas sim, ponto negativo. A imagem será muito aberta e fazendo com que tudo pareça muito distante, limitando a visão de quem está assistindo essa transmissão. Mais um ponto negativo, é com relação ao seu foco. Muitos modelos não vem com uma opção de foco manual. Principalmente as câmeras integradas, que possuem foco infinito e trazem aquela imagem mais bidimensional, não tendo profundidade. É algo que diminui muito a nitidez da imagem.

Outro ponto negativo, que são resultados de serem baratas e muito acessíveis, é que essas câmeras possuem sensores com pouca sensibilidade e luz. Então, quando se tem um ambiente que queremos projetar uma imagem, vai
precisar de muita iluminação. Caso contrário, a imagem será muito ruim. Parecendo aquelas formiguinhas, que ficam aparecendo quando a câmera não consegue enxergar direito as cores.

A câmera Handheld é uma câmera portátil, que permite com que faça gravações, com características bem semelhantes as câmeras broadcast. Porém, com um preço muito mais acessível. Essas câmeras são muito utilizadas em viagens, eventos de famílias e podem muito bem ser utilizadas em transmissões ao vivo pela internet.  Um dos pontos positivos, é que essa câmera oferece uma longa distância focal. Elas permitem que faça um zoom para
aproximar pessoas ou objetos. Essas câmeras permitem que você possa fazer gravações de longa duração, sem interrupção, assim como as broadcasts. Ela não esquenta, assim como, a DSLR ou Mirrorless. Foram feitas
para longos períodos de gravação. Ou seja, com elas é possível fazer gravações ininterruptas, até que o seu cartão esteja cheio. São portáteis e muito leves.

Apesar de terem características bem parecidas com as câmeras broadcasts, elas possuem pontos negativos bem consideráveis. Um deles, é a questão da fragilidade. Por serem pequenas e fabricadas com materiais de baixa qualidade, eventualmente para poder baixar o preço, essas câmeras acabam quebrando de forma muito fácil ou durando pouco. O outro ponto negativo, é em relação ao sensor, tendo pouca sensibilidade de luz. Isso acaba trazendo uma imagem escura, ou uma imagem com muitos grãos. O preço da câmera não significa que essa seja a melhor opção para poder fazer a transmissão ao vivo pela internet. Por exemplo as câmeras de cinema, elas possuem sensores sensíveis, sensores com bastante profundidade, permitem usar lentes especiais e caras, porém elas não são adequadas para fazer uma transmissão ao vivo pela internet. Porque são câmeras grandes, alguns modelos produzem um certo ruído...enfim, elas não foram feitas para essa finalidade. Exceto alguns modelos.

Então, não é porque existe uma câmera muito cara, que garante que ela seja uma câmera perfeita. Sempre existe uma finalidade na qual essa câmera foi fabricada. Ela foi criada com uma finalidade, com um objetivo, e o
que precisamos fazer, é estudá-las e conhecê-las, para saber quais são as suas limitações na hora de fazer a sua escolha.

Mas afinal, qual é a melhor câmera para fazer uma transmissão ao vivo pela internet?

Esta aula serviu para que você conhecesse tipos de câmeras. E também, aprender os pontos negativos negativos, e como contorná-los. E os pontos positivos, para extrair ao máximo a capacidade da câmera que possui.

Agora, de todas as categorias, as câmeras broadcasts foram feitas para este propósito. Então, elas sim, são as mais recomendadas para este trabalho.

O intuito não é somente comprar, mas você também pode alugar, todos esses tipos de equipamento para utilizar nas suas produções. Assim, você já vai conhecendo esse equipamento e tendo mais familiaridade com ele. E é
claro, você fazendo este curso, pode ser que ainda não tenha os recursos suficientes para comprar uma câmera nessa categoria.

Mas eu recomendo que comece alugando esse equipamento, e se familiarizando com ele, para que você possa cada vez mais entender este universo das câmeras broadcast.

Lembrando que você pode rever essas informações quantas vezes quiser, pelo blog ou canal do Youtube.

 

Te vejo na próxima, tchau.